Slow Brew Brasil 2017

A edição de 2017 do Slow Brew Brasil enfim foi realizada na capital de São Paulo e começou com o pé direito, afinal, ingressos esgotados!

Organizado por Katia Pereira e Mauricio, a responsabilidade de promover o evento na capital paulista onde o público é bastante exigente, teve até um saldo bem positivo, mas vamos começar a falar do festival por partes não é verdade?

Começando…

Beer Parade

Assim como foi na edição de Campos do Jordão, o Beer Parade celebrou a abertura do evento ou os ‘slowers’. Foi bem legal, pena que não consegui acompanhar até o fim da entrada deles dentro do espaço porque não tinha validado ainda o ingresso. T_T

Localização

O festival foi realizado no Espaço Pró Magno, um local bem amplo e com capacidade de receber bastante gente ao nível do próprio Slow Brew Brasil. O interessante foi ver cada estande temático com a sua cervejaria, e bem distribuído para o público degustar os lançamentos ou as cervejas que ainda não provaram.

Pessoal na fila não tiveram problemas ao entrar…

O espaço que foi somente para os estandes das cervejarias e empresas da área, foi muito bem pensado em fazer um local dedicado somente para a alimentação que contou com diversas opções de food truck que além disso, um palco montado para apresentações do evento, mas isso assunto logo abaixo…

Cervejas

Cerca de 250 rótulos estiveram disponíveis para o público começar a fazer a sua listinha, e claro, o Beer Pocket que recebemos na entrada, nos ajudou bastante qual degustar e também onde ficava cada estande, com certeza foi um dos grandes desafios em provar os lançamentos em cada horário estipulado! 😀 😀 😀

Ao todo conseguimos degustar mais de 30 rótulos das mais variadas cervejarias e foi até complicado fazer um TOP 5, já que poderíamos deixar de fora ótimas cervejas, então, iremos destacar 10 delas das que provamos e foi uma grata surpresa no evento.

  • Bommen & Granaten Rioja (Estilo: Barleywine / ABV: 11,9% / IBU: 30 / Cervejaria: De Molen / País: Holanda)
  • Selassie (Estilo: Imperial Stout / ABV: 11% / IBU: 111 / Cervejaria: Omnipollo / País: Suécia)
  • Black Anthrax Edição 2017 (Estilo: Imperial Stout / ABV: 17,5% / IBU: – / Cervejaria: Quatro Graus / País: Brasil)
  • Ybyrá Una (Estilo: Imperial Porter Barrel Aged / ABV: 10% / IBU: 54 / Cervejaria: ZalaZ / País: Brasil)
  • RIS Trilha Slow Brew (Estilo: Imperial Stout / ABV: 13% / IBU: 80 / Cervejaria: Trilha / País: Brasil)
  • Véia Lática (Estilo: Fruit Beer / ABV: 3,6% / IBU: 08 / Cervejaria: Avós – Synergy / País: Brasil)
  • Coconut IPA (Estilo: American IPA / ABV: 5,6% / IBU: 25 / Cervejaria: Krokjaw / País: Brasil)
  • Cambuça Weisse (Estilo: Berliner Weisse / ABV: 3,5% / IBU: 08 / Cervejaria: Suméria / País: Brasil)
  • Avelã Porter (Estilo: Imperial Porter / ABV: 12% / IBU: 60 / Cervejaria: Tupiniquim / País: Brasil)
  • Fellas Barrel Aged (Estilo: Imperial IPA / ABV: 9% / IBU: 90 / Cervejaria: Dama Bier / País: Brasil)

E por falar em preferências, no app do Slow Brew Brasil via Untappd, o público escolheu suas preferidas do Festival, aqui você confere a resultado final:

Top 5 Cervejarias Nacionais

  1. Dogma
  2. Trilha
  3. Bodebrown
  4. Everbrew
  5. Avós

Top 10 rótulos internacionais

  1. KBS  (Estilo: Imperial Stout / ABV: 12,4% / IBU: 70 / Cervejaria: Founders)
  2. Elvis Juice (Estilo: American IPA / ABV: 6,5% / IBU: 40 / Cervejaria: Brewdog)
  3. NOOR (Estilo: English Brown Ale / ABV: 4,5% / IBU: 25 / Cervejaria: Kaape Brouwers)
  4. Sraffe Hendrick 11 (Estilo: Quadruppel / ABV: 11% / IBU: 35 / Cervejaria: De Halve Maan)
  5. Bommen & Granatem Rioja (Estilo: Barleywine / ABV: 11,9% / IBU: 30 / Cervejaria: De Molen)
  6. Jaapie (Estilo: Imperial Red Ale / ABV: 9,4% / IBU: 77 / Cervejaria: Kaapse Brouwers)
  7. Brugse Zot (Estilo: Blond Ale / ABV: 6% / IBU: 23 / Cervejaria: De Halve Maan)
  8. Lizard Of Koz (Estilo: Imperial Stout / ABV: 10,5% / IBU: 40 / Cervejaria: Founders)
  9. Verdeel & Heers (Estilo: Imperial Stout / ABV: 9,8% / IBU: 61 / Cervejaria: De Molen)
  10. Azzaca IPA (Estilo: American IPA / ABV: 7% / IBU: 70 / Cervejaria: Founders)

Top 10 rótulos nacionais

  1. Galaxy Lover (Estilo: Double IPA / ABV: 8,7% / IBU: 80 / Cervejaria: Dogma)
  2. Citra Lover (Estilo: Double IPA / ABV: 8,7% / IBU: 80 / Cervejaria: Dogma)
  3. Black Anthrax Edição 2017 (Estilo: Imperial Stout / ABV: 17,5% / IBU: – / Cervejaria: Quatro Graus)
  4. Cacau IPA (Estilo: American IPA / ABV: 6,1% / IBU: 74 / Cervejaria: Bodebrown)
  5. Véia Lática (Estilo: Sour Lager / ABV: 3,7% / IBU: 08 / Cervejaria: Avós – Synergy)
  6. Sourmind (Estilo: Berliner Weisse / ABV: 4,4% / IBU: 09 / Cervejaria: Dogma)
  7. Evermont (Estilo: New England IPA / ABV: 7,5% / IBU: 70 / Cervejaria: Everbrew)
  8. Vó Neisinha (Estilo: Session IPL / ABV: 4,5% / IBU: 45 / Cervejaria: Avós)
  9. Melonrise (Estilo: Juicy IPA / ABV: 7% / IBU: 40 / Cervejaria: Trilha)
  10. Nude Session IPA (Estilo: Session IPA / ABV: 4,7% / IBU: 45 / Cervejaria: Nude)

Bandas

O festival contou com a atração de 3 bandas que foram as responsáveis a agitar o dia/noite, com os grupos Blues Etílicos, Rolls Rock  e Rock Collection. Com um repertório recheado de clássicos do rock e blues, não foi nada difícil agradar o público mais cervejeiro e rock n roll do evento não é?

Balanço final:

  • O Slow Brew Brasil, assim como eles já falam, é um festival para se aventurar nas novidades e encontrar os amigos cervejeiros que sempre se falam pela web ou não, e foi exatamente assim o evento. Tentamos até seguir a nossa listinha que não era pouca, mas o jeito foi usar o Beer Pocket como suporte.
  • A cada lançamento de uma nova cerveja, era tocado uma buzina para informar que está engatada a novidade, porém foi um grande desafio acompanhar quase todas, mas as que conseguimos, valeram a pena!
  • Os portões abriram ao 12h e em menos de 1h, praticamente boa parte do público já estava dentro do espaço sem problemas, impressionante!
  • Os estantes ficaram muito bonitos além de chamar bastante atenção para o público que estavam curiosos em saber as novidades do evento. Me fez lembrar um pouco do clima do Festival Brasileiro da Cerveja em Blumenau e do Degusta Beer and Food 2017 (clima positivo!).
  • O espaço Pró Magno, além de ser amplo, não teve tantos problemas durante a circulação de pessoas, já que tinha diversos pontos bem tranquilos para ter aquele bate papo com os amigos.
  • A banda senti um pouco prejudicada no evento, já que estava no ponto da alimentação, e o espaço das cervejarias caberia numa boa um palco e até ficaria melhor para ficar mais atento à elas, sendo assim o local da gastronomia poderia ter ficado somente como um ponto para relaxar e comer algo.
  • Apesar não ter Wi-Fi, o sinal das redes móveis soube segurar as pontas em alguns pontos do espaço.

Confere abaixo um pouco dos cliques que fizemos durante o festival. E anota na agenda: Dia 03/11/2018 terá a edição do Slow Brew Brasil no mesmo local! Belo acerto!

Marcelo Ribeiro (Suméria)

Cervejaria Satélite

Menno Olivier e Maurício

Cervejaria Nude

Menno Olivier (De Molen) e Tsjomme Zijlstra (Kaapse)

Cervejaria Synergy

Confraria 27
Cervejaria Júpiter

Fabricio e Junia (ZalaZ)
Cervejaria Overhop
Eva (De Halve Maan)
Fabio Walch (Heroica)

 

Agradecimentos: Raphael Rodrigues (Beer Press) e Kátia Pereira (Slow Brew Brasil)

About Henrique Carnevalli

Viciado em música, Pirado na fase psicodélica do Ronnie Von e Corinthiano. Lupúlomaníaco e Beer Sommelier formado no ICB.

Check Also

Matanza traz nova turnê neste domingo (17) em Jacarepaguá (RJ)

Comentários no Facebook

Comentários

%d blogueiros gostam disto: