1º Festival da Cerveja Artesanal de Ilhabela

Nos dias 2 a 5 de novembro, a cidade de Ilhabela recebeu sua primeira edição do Festival da Cerveja Artesanal que reuniu moradores e turistas no feriadão.

O evento foi promovido pelo Ilhabela Convention & Visitors Bureau e pela Confraria dos Cervejeiros Artesanais de Ilhabela, com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo.

Durante os dias de feriado nacional, o público pode conferir palestras com os profissionais do meio, corrida, e claro, muita cerveja e música ao vivo com a comida de boteco e menu gastronômico na capital da vela no país. Mas óbvio vamos aos detalhes de como foi o evento…

Conversa de Boteco

No primeiro dia os cervejeiros de Ilhabela e público em geral pode acompanhar a palestra com os convidados Paula Yunes (Sommelier de Cerveja e atual Cervejeira na Brasserie Fleurs du Malt, na Bélgica e apresentadora do programa Cervejantes) com o tema “Estratégia de Lançamento de uma nova cerveja”. Valery de Breucker (cervejeiro belga) com o tema “Erros e Acertos na Brassagem Caseira” e Kadu Mendes (Sommelier de Cerveja, Mestre em Estilos e fundador do site/canal Brejada) com o tema “Marketing para os Cervejeiros”.

(esq. para dir) Valery, Paula e Kadu

Ambos foram bem didáticos e deram dicas bem valiosas para o público que acordou cedo e conferiu o ótimo sol que estava fazendo em Ilhabela e guardar dicas importantes para promover sua marca cervejeira no país.

Cervejas

A cervejaria convidada foi a Schornstein que chegou via In Touch Distribuidora que esteve nos dois beer truck existentes no evento, Chopp do Veloso e The Maine’s Ale. O público ainda poderia escolher um combo de 5 chopes que ganhava o copo do evento da Meu Copo Eco, super sustentável.

Comida de Boteco

Junto ao Festival, as comidas de boteco foram presença garantida do evento junto aos restaurantes participantes que lotaram ao arredores da Praça com um menu para matar a fome do pessoal. Não tem fotos porque a fome foi maior… 😀

Música

Os dias de Festival da Cerveja Artesanal contou com diversas bandas locais da região e as grandes atrações da noite, fizeram jus ao status de ‘headliners’.

No dia 2, foi a banda Trinca Acústica a encerrar o primeiro dia de evento, trazendo um repertório que vai dos mais diversos sucessos do rock nacional e internacional. Para mim, um dos shows que mais gostei da noite.

Heloá Holanda, veio no segundo dia, e trouxe um set recheado de sucessos, além de seu trabalho autoral. Esbanjando simpatia e interação com o público, agitou a noite com bastante calor na cidade litorânea. Heloá é conhecida por ter participado na primeira edição do X-Factor Brasil, realizado pela Band.

Encerrando o terceiro e último dia, chegou a banda Monallizza, que veio com o repertório voltado a um do grandes artistas da música popular brasileira, Tim Maia. Até a aparência do vocalista chegou até lembrar do músico. O show foi um dos mais cheios da noite e muito elogiado pelo público.

Maratoma

Na primeira edição do festival, aconteceu a maratona com cerveja para o público mostrar que cerveja e corrida se dão bem sim. Bastante corredores nas categorias Cervejeiro, Profissionais e Melhor Idade foram divididos para competir e mostrar quem são os melhores da tarde. E a galera estava com ‘sangue nos olhos’ em ganhar. Confere os vencedores:

Profissional feminino:

1º lugar – Geisla dos Santos Moraes
2º lugar – Edilma Souza Lima
3º lugar – Jaqueline Santos Paraíso

Profissional masculino:

1º lugar – José Paulo da Silva
2º lugar – João Alves
3º lugar – Paulo Henrique Soares

Cervejeiras:

1º lugar – Bruna Noalellea
2º lugar – Duvarlina Valente Nascimento
3º lugar – Simone de Mota Kirsh

Cervejeiros:

1º lugar – Reginaldo Vieira Souza
2º lugar – Miguel Adriano
3º lugar – Evandro Oliveira Santos

Melhor Idade feminino:

1º lugar – Teka Grego
2º lugar – Samira Ozme
3º lugar – Nilcilene Stippi

Melhor Idade masculino:

1º lugar – Kazuna Ywanoga
2º lugar – Valter Miguel Santos
3º lugar – Rubens Wladimir Nogueira

Cerveja DaIlha

A Confraria de Cervejeiros de Ilhabela trouxe para os moradores da região, seu primeiro rótulo, a DaIlha. Foram feito dois estilos para venda, Pilsen e IPA, ambas bastantes leves, fácil de beber e com um bom drinkability. Uma imagem dessas não dá vontade de beber mais e mais essa breja? ♥

Melhor Cerveja Artesanal de Ilhabela

Pensou que os palestrantes só iriam falar e ponto? Estão enganados! Eles tiveram a responsabilidade de avaliar diversos rótulos dos cervejeiros locais e escolher quais foram as melhores nesta primeira edição do concurso. Segundo os profissionais as disputa foram bem acirrada.

E já no mesmo dia da avaliação, aconteceu então a premiação dos vencedores. Ogier Santana (Das Cabras) ganhou em terceiro como a cerveja do estilo Porter, Claudio Ramos (Black Wood) com a Fruit Beer e o campeão, Marcelo Castellões (Cervejaria Caiçara) em primeiro com a Caiçara Beer, uma New England IPA.

Ogier Santana
Claudio Ramos
Marcelo Castellões

Conclusões finais…

Por ser seu primeiro evento na cidade, agitou bastante os dias de feriado, e por se um evento voltado ao álcool, os banheiros químicos foram bem poucos e a distancia bem longe para quem estava apertado. A solução foi nos restaurantes e bares vizinhos para ir ao banheiro.

A Maratoma, mesmo sendo um sucesso, a inscrição foi gratuita, porém a desistência de participantes acabou acontecendo, o interessante é fazer uma taxa de inscrição, assim ficaria menor a desistência de corredores.

No primeiro dia, as cervejas nos beer truck estava em dois lados e sem uma proteção do público, gerando bastante confusão para pegar o chope, a solução foi juntar e colocar uma proteção para pegar as cervejas, foi um grande acerto.

O espaço com mesas para o público foi um dos grandes acertos também que mesmo com o calor que fez na cidade, foi bem interessante ficar por lá e acompanhar o dia sentado com muita cerveja, comida de boteco e música.

Ao que indica, teremos uma nova edição do Festival da Cerveja Artesanal de Ilhabela em 2018 e podemos ter bastantes novidades, tomarem!

Alguns outros cliques que fizemos por lá…

 

Agradecimentos: Assessoria e Consultoria Cerveja & Rock ‘N Roll

About Henrique Carnevalli

Viciado em música, Pirado na fase psicodélica do Ronnie Von e Corinthiano. Lupúlomaníaco e Beer Sommelier formado no ICB.

Check Also

Losna participará de diversos festivais no Sul do Brasil

Comentários no Facebook

Comentários

%d blogueiros gostam disto: