Foto: Rafael Amaro

Renato de Freitas (MIRANT)

A nossa 29ª edição do RockBreja + Prosa volta para o Brasil e mais precisamente, em Guarulhos/SP!

Conversamos com o baixista da banda Mirant, Renato de Freitas e a conversa foi bem bacana! Teve assuntos como o mais atual EP “Ao Meu Redor”, planos para o próximo disco, banda, rock e claro, cerveja!

Mirant que é natural de Guarulhos começou com a vontade do vocal Sergio Verissimo apesar das dificuldades que uma banda independente passa, mas pelo que vemos, a aposta foi certa! Seu mais recente EP “Ao Meu Redor” foi lançado uma web serie com cada faixa com temas especiais, uma delas, “Ao Meu Redor” foi lançado com exclusividade ao nosso site! 😉

Chega de firulas e vamos conferir a entrevista! Não esquece sua breja!

 

ROCKBREJA: Obrigado Renato pelo espaço para responder as nossas perguntas ao site, fale um pouco do conceito do disco de estreia “Ao Meu Redor”:

Renato: Olá pessoal, eu é que agradeço a oportunidade de falar das minhas duas paixões, música e cerveja! Sobre o álbum, tentamos fazer algo para que pessoas de diferentes ideologias se identifiquem com as músicas. O EP conta histórias desde um novo amor até a superação de um vício, e tudo de forma subjetiva pra fazer com que as pessoas que ouvirem as músicas pensem e interpretem cada uma do jeito que quiser.

 

ROCKBREJA: Fiquei curioso com a capa, reparei que foi na Avenida Paulista, tem alguma mensagem por trás como “Praia do Paulistano”?

Renato: A foto foi tirada na Paulista sim, a ideia foi mais ou menos essa mesmo. Uma vez um sábio nos disse que nós éramos uma “banda praieira da cidade grande”, aí tivemos a ideia de fazer essa mistura que resultou na nossa primeira capa.

MIRANT_Capa
“Ao Meu Redor” (2015)

 

ROCKBREJA: O começo de muitas bandas sempre é bem difícil, e precisa comer muita poeira para chegar ao reconhecimento, como foi a longa estrada da banda para chegar até aqui?

Renato: Olha, ralamos muito no começo e ainda estamos ralando, já demos alguns passos importantes, mas ainda tem muito chão pela frente até alcançarmos nossos objetivos… A coisa fica um pouco mais fácil quando se tem amigos acreditando no seu trabalho e correndo contigo.

 

ROCKBREJA: Patrick Laplan foi o produtor do EP da banda e ele trabalhou com bandas de renomes como Los Hermanos, Biquini Cavadão e Rodox. Alguma das bandas que o produtor já trabalhou tem grande influência nas composições da banda?

Renato: O Patrick é uma grande inspiração para nós e nos ajudou demais a deixar o EP com a nossa cara. Eu, particularmente, sempre fui fã dele, por ter feito parte de uma das minhas bandas favoritas, que é o Rodox. Sobre a composição, ele nos ajudou muito filtrando as ideias que tínhamos e que às vezes sonoramente não se encaixavam tão bem.

Mirant (Esq p/ Dir): Renato de Freitas - Baixo, Sérgio Virissimo - Vocal, André Poeta, - bateria e Cauê Oliveira - Guitarra / Foto: Rafael Amaro
Mirant (Esq p/ Dir): Renato de Freitas – Baixo, Sérgio Virissimo – Vocal, André Poeta, – bateria e Cauê Oliveira – Guitarra / Foto: Rafael Amaro

ROCKBREJA: As letras para o EP já estavam escolhidas para entrar ou foram muitas que ficaram para fora? Como foi a seleção delas?

Renato: Muitas letras mudaram do começo das composições até a versão final gravada no EP. Refrões como “De Canto Eu Danço” e “Conexão”, por exemplo, mudaram 100% em relação ao que eram no início.

 

ROCKBREJA: Já tem em mente um próximo disco?

Renato: Já temos algumas músicas bem encaminhadas visando a um disco novo, mas por enquanto estamos curtindo muito o Ao Meu Redor, que é nosso primeiro filho. E, como todo primeiro filho, estamos mimando muito ele ainda rs.

 

ROCKBREJA: Conte como começou seu primeiro contato com o rock e a cerveja:

Renato: Desde pequeno sempre tive muito contato com música pelo fato de meu pai tocar violão. E a cerveja veio depois de um tempo, mas não com menos intensidade, afinal, fica quase impossível gostar de rock e não gostar de cerveja.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

ROCKBREJA: Como começou a sua paixão pelo Rock?

Renato: Começou quando ganhei meu primeiro CD do Raimundos de um tio, quando tinha uns 8 ou 9 anos… Paixão imediata, torrei a paciência do meu pai até ganhar meu primeiro violão… Aí estou nessa até hoje, né? (:

 

ROCKBREJA: Entrando no mundo brejeiro, como de costume em nosso site, qual seu estilo preferido de breja?

Renato: Gosto bastante de um chope claro tradicional, mas sempre que posso, gosto de degustar cerveja de trigo… Bom demaaaaaaais!

 

ROCKBREJA: Você tem preferência em degustar mais cervejas artesanais brasileiras ou importadas?

Renato: Pergunta difícil… Mas acho que peso um pouquinho pras cervejas artesanais nacionais.

 

ROCKBREJA: Uma canção do Mirant que harmoniza com uma Cerveja:

Renato: Ah… Pra mim, sem dúvida, “Assim Vai Ser Melhor”… É a música que combina perfeitamente com uma cerveja bem gelada!

 

ROCKBREJA: Uma cerveja que você recomenda ao nosso site:

Renato: Uma das minhas favoritas é a Baden Baden Weiss, cerveja pra se degustar com elegância.

Baden Baden Weiss (Estilo: German Weizen / Teor Alcoólico: 5,2% / Cervejaria: Baden Baden / País: Brasil)
Baden Baden Weiss (Estilo: German Weizen / Teor Alcoólico: 5,2% / Cervejaria: Baden Baden / País: Brasil)

ROCKBREJA: Rock + Breja, o que te faz pensar esta combinação?

Renato: Me faz pensar em como foi bom ter escolhido o rock na minha vida, a breja foi a consequência mais consequente que podia vir.

 

ROCKBREJA: Uma mensagem final para os fãs do Mirant no RockBreja:

Renato: Gostaria de agradecer à galera por ter abraçado o nosso som e espero que curtam as novidades que estão por vir… Obrigado, RockBreja, pelo apoio a nós e a todo mundo que curte música boa e cerveja gelada!

Links:
http://www.mirant.com.br/
https://www.facebook.com/mirantoficial
https://instagram.com/mirantoficial
https://twitter.com/mirantoficial
https://www.youtube.com/channel/UCQQB-Oew_CGj0ccqs9dvUfA

Agradecimentos: Júlia Ourique, Nathália Pandeló Correa e Daniel Pandeló Correa (Build Up Media)

About Henrique Carnevalli

Viciado em música, Pirado na fase psicodélica do Ronnie Von e Corinthiano. Lupúlomaníaco e Beer Sommelier formado no ICB.

Check Also

Existe rock bom na década de 2010? Sim!

Comentários no Facebook

Comentários

%d blogueiros gostam disto: